terça-feira, 21 de março de 2017

CURIOSIDADES: TRUQUES MATEMÁTICOS QUE PODEM AJUDAR

9 truques matemáticos que você não aprendeu na escola e precisa conhecer
por PH Mota 

Toda área de conhecimento do mundo tem os seus segredos. Muitas vezes, no entanto, conhecer o segredo exige muita dedicação e um mergulho muito profundo nas especializações do tema, o que nem todos possuem, seja por falta de tempo, interesse ou mesmo capacidade de compreensão.
Na matemática as coisas também são assim. Pode ser que você não lembre de muita coisa da escola, porque os cálculos, formas e regras acabaram não sendo aplicados no seu dia-a-dia depois que terminou os estudos. Porém, muita coisa ainda poderia estar fresquinha na sua cabeça, graças a alguns simples truques que podem facilitar, e muito, na hora de fazer contas que parecem complexas?
Você já imaginou fazer contas de multiplicação com facilidade só utilizando a cabeça e escapar da calculadora? Esses segredos matemáticos não são ensinados na escola e podem te salvar na hora de alguns cálculos.
Conheça agora segredos da matemática que não são ensinados na escola e podem mudar o jeito como você vê os números.
1 – Multiplicação de 1s
OK, multiplicar 1 x 1 pode ser fácil demais, mas e quanto a gente adiciona dezenas, centenas ou milhares no número? Para multiplicar algarismos compostos apenas do número 1, existe um truque. Basta contar quantas vezes o número se repete e reproduzir a contagem no resultado, fazendo a contagem regressiva novamente até o 1.
2 – Segredo do 8
Quanto o 8 age como multiplicador de números que mantêm uma ordem entre seus algarismos, a adição do número máximo dessa orgem produz um resultado semelhante. Ao invés de repetir a ordem, porém, faz o exato oposto a partir de uma contagem regressiva.
3 – Multiplicação por 11
Da mesma forma que a multiplicação por 1 e suas variáveis oferece um truque, o cálculo com base no número 11 também tem segredos. Nesse caso basta repetir os números multiplicados e incluir a soma deles entre as extremidades, fugindo da dor de cabeça da multiplicação.
4 – Multiplicação por 11 (parte 2)
Quando o número multiplicado por 11 é muito maior, o padrão da soma entre algarismos se repete, mas é preciso respeitar uma ordem entre eles e realizar várias somas para chegar ao resultado final correto.
5 – Tabuada do 9
A multiplicação com 9, apesar de ser a última tabuada, é uma das mais simples. Com um pouco de observação é possível perceber que a soma dos algarismos da resposta é sempre 9. Mas como saber quais são eles, dentre as opções possíveis? É só lembrar que a dezena é somente um número menor do que o que está sendo multiplicado por 9.
6 – Tabuada do 9 (parte 2)
Um outro segredo da tabuada do 9 pode fazer com que você consiga realizar as contas com extrema velocidade. Além de seus algarismos somarem 9, o padrão de respostas se repente, sendo que basta inverter os algarismos entre as próprias respostas para conseguir completar toda a tabuada.
7 – Multiplicação de dezenas
Fazer conta de multiplicação de números não exatos e grandes demais pode ser um verdadeiro desafio. Quando eles estão próximos de 100, porém, existe um atalho para que você alcance a resposta. Encontre a diferença entre o número e a centena e remova do próprio algarismo. Aí já está uma parte da resposta. Em seguida, apenas multiplique o valor da diferença por ele mesmo e você terá a segunda parte do resultado.
8 – Soma de frações
Quando frações incluírem apenas uma unidade no dividendo, mas possuírem divisores diferentes, encontrar a resposta é bem simples. Utilize os valores dos divisores em soma e multiplicação para descobrir os resultados que formarão a nova fração.
9 – Multiplicação
Já ensinamos a fazer multiplicações de dezenas altas e próximas de cem, mas o que fazer quando elas passam bem longe disso? A resposta pode não ser tão simples assim, mas quando as dezenas se repetem, existe uma forma de encontrar a resposta com cálculos mais modestos e rápidos. Multiplique a dezena por ela mesma, somada a 1. Em seguida multiplique as unidades. Pronto, os dois resultados formam a resposta final. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Qual sua opinião sobre isso?