sexta-feira, 29 de julho de 2016

INFORMAÇÃO: CUIDADO COM MANCHAS NA PELE

MANCHAS INTERNAS E/OU CUTÂNEAS PROVOCADAS 
PELA PERMANENTE MUTAÇÃO DO SISTEMA 
IMUNOLÓGICO DOS DOENTES FIBROMIÁLGICOS
A APDF chama a atenção dos doentes, que muito poucos elementos da classe médica têm conhecimento desta particularidade, pelo que solicitamos o máximo de divulgação.
A nossa experiência pessoal, assim como os inúmeros casos que nos têm aparecido ao longo dos anos, fazem-nos ter a certeza que estamos certos nesta nossa perspectiva.
Assim,
CUIDADO com as cirurgias que possam ser-vos apresentadas como única solução para um problema que possam aparentemente apresentar.
Através de Tacs e/ou Ressonâncias Magnéticas, podem aparecer manchas pelas diversas partes do organismo, podendo as mesmas sugerir possíveis carcinomas, mais vulgarmente encontradas na coluna e canal cárpico, mas que podem também sugerir outras patologias como peritonites, osteoporose, etc...
A única forma de não serem sujeitos a cirurgias desnecessárias, correndo sempre o risco de um agravamento do estado do doente, será aguardar algum tempo (semanas e, se possível a espera, um mês ou dois) para que seja repetido o exame. Só assim poderão ter a certeza de que não irão fazer uma cirurgia desnecessária!
Essas manchas podem também aparecer externamente, mais vulgarmente apelidadas por "nódoas negras", sendo também o reflexo da mesma situação falada atrás.
Como se diferenciam das "pancadas" que provocam o mesmo aspecto?
1.   - Aparecem muitas vezes nas partes mais internas do corpo, não sujeitas a pressões externas;
2. - Não doem ao toque;
    3. - É muito mais demorado o seu desaparecimento, podendo persistir durante       um mês ou dois;
    4. - Não desaparecem com nenhum produto farmacêutico utilizado para as              nódoas negras.
Como em todos os restantes sinais e sintomas da fibromialgia, estas manchas (internas e externas) não são comuns a todos os doentes. Contudo, para todos aqueles que notem que possuem sinais cutâneos dessas "nódoas negras", aconselhamos uma maior vigilância e cuidado sempre que lhes for recomendada uma cirurgia.
F.M.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Qual sua opinião sobre isso?