quarta-feira, 1 de abril de 2015

DICA: FAÇA AGORA COISAS QUE VÃO DURAR PARA O RESTO DE SUA VIDA

22 coisas para começar a fazer agora (e que vão durar para o resto da sua vida)

No Quora, um site de perguntas e respostas, um estudante de 23 anos perguntou:"O que as pessoas podem começar a fazer agora que as beneficiará muito dentro de cinco anos?" Foram recebidas centenas de respostas, e esta, de Andy Giroux, colaborador do site, foi uma das que achamos melhores. Você pode enviar suas respostas a essas e outras perguntas, e nós publicaremos as melhores no HuffPost.

WOMAN SUNSET

1. Exercício físico.

Se possível, exercite-se pela manhã. Isso o ajudará de inúmeras maneiras. Vai ajudá-lo a dormir melhor à noite e passar o dia mais alerta. Vai ajudá-lo a despertar pela manhã, ativando sua circulação. Vai ajudar a aguçar sua mente e intensificar sua concentração. Ajudará a reduzir seu estresse. Os benefícios são incontáveis.
2. Não diga “vou fazer amanhã” ou “não tenho tempo”.

O amanhã tende a ser a terra imaginária que não chega nunca, e em 95% a 99% dos casos, quando as pessoas dizem “vou fazer amanhã” ou “não tenho tempo”, o que querem dizer, na realidade, é “prefiro ser preguiçoso”.
3. Não dê desculpas.

Simplesmente faça o que você tem que fazer. Se há alguma coisa que você queira fazer – algo que você pensa que será divertido, uma experiência nova ou algo que fará você crescer --, então faça, simplesmente. Esse conselho complementa o item nº 2. Se você fica dando desculpas para não fazer alguma coisa, isso só significa que na realidade você não quer fazer, ou não muito.
4. Leia livros. Saia da Internet.

Pare de ler textos inúteis de três parágrafos; leia alguma coisa substancial. Isso vai ampliar seu vocabulário, abrir sua mente, fomentar a reflexão, a criatividade e muito mais.
5. Saiba qual é sua avaliação de crédito e entenda o que significa.

6. Economize dinheiro.

Faça isso com afinco. Nos próximos cinco a dez anos você provavelmente vai se agradecer muito por ter poupado.
7. Não guarde rancores.

Não alimente o ódio. Ter raiva de outras pessoas consome muita energia, então não se dê a esse trabalho. Deixe a raiva ir embora. E se há alguém que continua a lhe provocar esses sentimentos negativos, deixe a pessoa ir embora, afaste-se dela. É simples assim.
8. Sorria e ria. Sempre.

Você está tendo um dia ruim? Sorria! Dê um sorriso rasgado. Mesmo que seja forçado. O sorriso não apenas acontece quando você está feliz, mas acontece para fazê-lo ficar mais feliz. Isso já foi cientificamente comprovado. E depois vá ao YouTube (sim, eu sei que o aconselhei a se afastar um pouco da internet, mas o riso é artigo de primeira necessidade). Procure um vídeo engraçado ou algo de seu humorista favorito e solte gargalhadas à vontade. Solte-se. Isso vai ajudar.
9. Faça uma pausa para sentir o perfume das flores.

É ótimo se esforçar para melhorar, mas também é preciso saber quando é hora de se dar um tempo para relaxar e recarregar as baterias.
10. Pratique a gratidão.

Às vezes pode ser difícil perceber que na realidade sua vida é muito boa, mas pare um pouquinho de vez em quando para refletir sobre tudo que você tem na vida. Sempre há alguém em situação pior que a sua; logo, fique feliz pelo que você tem. Também é bom desejar melhorar e não simplesmente aceitar as coisas como são – ou seja, desafiar o status quo. Mas, se você nunca faz uma pausa para apreciar as pessoas e as coisas que o cercam, algum dia, quando finalmente fizer, talvez perceba que não lhe restou nada.
11. Seja caridoso.

Não apenas com seu dinheiro ou seu tempo, mas com quem você é. Ser caridoso não significa apenas doar quando preciso – é ser o tipo de pessoa que sai um pouco de seu caminho para ajudar uma idosa a atravessar uma rua molhada e escorregadia. É dar uma gorjeta à garçonete mesmo que ela tenha sido um pouco chata, porque talvez ela estivesse apenas tendo um dia péssimo. É sorrir para a pessoa ao seu lado no ônibus e que parece estar chateada – talvez até lhe perguntar se ela quer conversar. É dar uma chance àquele jovem que não desiste de lhe pedir um emprego, mesmo que o currículo dele não lhe pareça nada de especial.
12. Seja egoísta. Às vezes.

Isso pode parecer contraditório, mas ouça o que tenho a dizer. Às vezes é preciso ignorar as outras pessoas e afastar-se de todo o mundo, para seu próprio bem. Vá fazer aquela viagem para esquiar. Dê-se aquele sapato que você queria. Pode parecer vaidade, mas sabe de uma coisa? Se você não estiver com a mente e o corpo saudáveis, como poderá ajudar outras pessoas a conquistar saúde?
13. Guarde o telefone no bolso quando estiver com amigos e familiares.

Curta o tempo que você tem para ficar com eles. Reserve a tecnologia para outra hora – nem sempre você terá esse tempo para estar na companhia das pessoas que você ama.
14. Não seja tímido. Converse com as pessoas.

Não tenha medo de iniciar uma conversa com desconhecidos. Afinal, qual seria a pior coisa que poderia acontecer? As pessoas poderiam não responder? Poderiam tratá-lo com descortesia? E daí? Você não precisará falar com elas de novo, nunca. Isso o ajudará a não ter medo da rejeição e também o ensinará a fazer contatos, ser simpático, interpretar os sinais das pessoas e até, quem sabe, conhecer algumas pessoas bacanas.
15. Ouça. Quando alguém está falando com você, OUÇA DE VERDADE.

Não fique apenas pensando no que você vai responder – preste atenção ao que ela está dizendo. Quando a pessoa tiver acabado de falar, então você pode reservar um momento para pensar sobre o que você quer dizer.
16. Seja você mesmo, mas não seja idiota.

Nunca tenha medo de quem você é. Não se preocupe com a opinião que os outros têm a seu respeito. Curta a vida e curta a si mesmo. Se as pessoas não o apreciam por quem você é, então você não precisa delas em sua vida. É simples assim. Ao mesmo tempo, porém, se todo o mundo que você encontra parece achar você um idiota, talvez seja hora de fazer uma pequena pausa para se reavaliar.
17. Viaje. Se você puder, viaje! Viajar é ótimo.

Pode abrir sua cabeça para tantas coisas com as quais você nunca entraria em contato se apenas permanecesse em seu cantinho próprio do mundo. Pode ser uma cultura e estilos de vida que você jamais teria imaginado, ou enxergar a natureza sob nova ótica, ou, ainda, viajar pode levá-lo à percepção chocante de que há algo de muito errado na distribuição de riqueza e poder neste mundo. Viajar pode levar a grandes experiências de introspecção e reflexão.
18. Mantenha sua cabeça aberta.

Você não sabe tudo e nunca saberá. E seria impossível você entender tudo; logo, não pense que é dono da verdade.
19. Ame como um cãozinho de estimação.

Não tenha medo de deixar o outro entrar em seu coração. Ame incondicionalmente. Se seu coração se partir, ele vai se curar – e você aprenderá uma lição. Mas não se feche por causa disso. Ao mesmo tempo, mesmo amando abertamente, não deixe que outras pessoas ultrapassem seus limites. Você pode se afastar de alguém que o trata mal, mesmo que continue a sentir grande amor pela pessoa. Muitos de nós já passamos por isso.
20. Seja curioso, pergunte o porquê das coisas.

“Por que?” é um dos termos mais poderosos de que nós, humanos, dispomos. Ele nos abre inúmeras portas e nos conduz a muito conhecimento. Na próxima vez em que alguém lhe disser algo, pergunte o porquê. Vá mais fundo. Aprenda mais.
21. Siga suas paixões e seus sonhos.

Faça o que você gosta e curte. Não se satisfaça com pouco, nem que seja pelo bem de um emprego ou um cônjuge. Se você acredita que é capaz de fazer mais, vá fundo. Mas não se esqueça de manter pelo menos a ponta dos pés no chão, para não correr o risco de perder tudo de maravilhoso que talvez já tenha em sua vida.
22. Seja uma criança.

Este conselho coroa todos os anteriores. Ser criança significa amar como um cãozinho de estimação.

Você abre os braços feliz, sem pensar em problemas. Qualquer lugar para onde vai é uma viagem para você, que olha as coisas com uma curiosidade muito maior que a de um adulto. Você enxerga as coisas sob ótica criativa e deixa sua imaginação correr solta. Quando está num táxi, não está apenas a caminho do trabalho, evitando o trânsito –está fugindo dos bandidos, numa missão para salvar o mundo. Você não julga. Não parte com ideias preconcebidas. Apenas aceita. Você ouve e aprende – tão intensamente que outros podem imaginar que você não tivesse ideia de que estavam falando com você, mas um dia você os pegará de surpresa, repetindo o que eles disseram. Você pergunta “por quê?” porque quer realmente entender.
Você é você mesmo, porque ainda não aprendeu a ser outra coisa, mas ao mesmo tempo sua imaginação o deixará ser e fazer qualquer coisa com que consiga sonhar. Como criança, você muitas vezes é egoísta, mas ao mesmo tempo muitas vezes é generoso, porque não gosta de ver ninguém triste.
Você ri e sorri muito, porque não há nada que seja mais gostoso. Você poupa dinheiro, guardando suas moedas no porquinho para algum dia poder comprar algo grande. Cada dia é novo e emocionante. Você não dá desculpas por deixar de fazer alguma coisa, porque não tem desculpas a dar. Quando há alguma coisa que quer fazer, alguma coisa com que você sonha, você vai atrás, porque nunca lhe disseram que não pode. Você não entende que outros possam pensar que é impossível. Você é a melhor versão de você mesmo, porque é assim que a vida deve ser.
Posso entender que alguém, lendo isto, pense “uau, esse cara vive num mundo de fantasia”. E a pessoa terá razão. Sim, eu vivo num mundo de fantasia. Quem me conhece sabe que eu me acredito capaz de fazer qualquer coisa. Detesto fracassar, porque acho que não devo.
Algumas pessoas me acham convencido, mas não é bem isso. É que eu acredito que pode haver mais. Acredito piamente na frase “quem diz que pode geralmente tem razão, e quem diz que não pode, também”.
Eu me esforço ativamente para viver do modo que expliquei acima. Se isso pode parecer um excesso de otimismo, eu compreendo que a vida às vezes é dura, mas isso não significa que você tenha que deixar que ela o puxe para baixo. As pessoas sobre as quais lemos que deixam um legado que sobrevive depois de sua morte, essas pessoas acreditaram que a vida tem mais a oferecer.
Acreditaram que podiam fazer mais. Acreditavam em não desistir. Elas não tiveram medo do fracasso, porque só conseguiam enxergar-se alcançando a linha de chegada num futuro onde o mundo era um lugar melhor ou onde elas alcançavam suas metas. E a única razão por que outra pessoa qualquer não possa ser assim é se ela própria se restringe.
Se você não está feliz com sua vida, se não está feliz com o que faz, então mude! Você consegue. Só precisa acreditar.

“Li um texto que dizia mais ou menos o seguinte:
‘Se você vive cada dia como se fosse seu último, algum dia você quase certamente estará certo.’
Essa frase calou fundo em mim, e desde então, nos últimos 33 anos, tenho me olhado no espelho todas as manhãs e me perguntado:
‘Se hoje fosse o último dia de minha vida, será que eu quereria fazer o que vou fazer hoje?’.
Quando a resposta foi ‘não’ por vários dias seguidos, eu soube que precisava mudar alguma coisa.” – Steve Jobs

Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Qual sua opinião sobre isso?