terça-feira, 12 de agosto de 2014

FUNCIONÁRIO-PROBLEMA: VOCÊ É UM DELES?

3 tipos de funcionários que devem ser demitidos imediatamente

SÃO PAULO - Como empresário, o seu tempo é limitado. Você contratou uma equipe e espera ver os resultados dela - mas nem sempre isso acontece.

Os problemas podem ser diversos, desde má gestão até os procedimentos, mas talvez o foco esteja em alguns funcionários que podem estar impedindo a interação e produtividade da equipe, prejudicando o negócio como um todo.

Segundo o fundador e CEO da agência de marketing AudioenceBloom, Jason Demers, relatou ao site norte-americano Business Insider, existem três tipos de profissionais que podem afetar diretamente o engajamento dos colegas e, portanto, devem ser afastadas o quanto antes de sua empresa:

1. O rei do drama

Segundo Demers, essas pessoas são encontradas em quase todas as empresas. Elas vivem a vida como se fosse um reality show: gostam de fofocar, estão sempre colocando “lenha na fogueira”, mas nunca participam quando o circo pega fogo. Esse tipo de profissional, normalmente, tem um tom negativo sobre a empresa, que pode ser contagioso - ainda mais se ele direcionar a atenção para a liderança da empresa, causando um tipo de aversão geral com a gestão.

2. A vítima

Um dos maiores desafios de gestão de pessoas é saber como lidar com os que gostam de se fazer de vítima. Eles evitam as responsabilidades, preferem sempre culpar os outros. Eles sempre têm uma desculpa na ponta da língua e alguém para culpar. O problema se torna ainda maior quando outros funcionários seguem esse comportamento e começam a passar a culpa de seus erros para outras pessoas. 

3. O inconformado

Ele está determinado a quebrar as regras, ir contra a cultura e valores da empresa - desde os simples até os mais complexos procedimentos. Se você tem um código de vestimenta, ele certamente vestirá o que não está nele, por exemplo. “Esses funcionários veem as regras como um controle e querem lutar contra elas."

Se você identificou esse perfil no seu escrtiório, você pode trabalhar com ele, e não contra ele. Talvez esse funcionário queira apenas ser ouvido e você pode dar uma chance a ele, saber suas propostas e até se surpreender com novas ideias. Às vezes, porém, você pode lidar com uma pessoa que tenta assumir o controle, recusando-se a ouvir instruções e te desmoralizar diante da equipe. “Como os outros veem que alguém está violando as políticas da empresa, eles podem começar a se perguntar por que eles têm de seguir as regras, quando outros não”, concluiu Jason.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Qual sua opinião sobre isso?