segunda-feira, 16 de junho de 2014

BELO MONTE: ATRASO NO CRONOGRAMA?

Norte Energia informa ANEEL sobre impactos na construção da UHE Belo Monte
 
 
1. A Norte Energia, empresa responsável pela construção e operação da Usina Hidrelétrica Belo Monte, informa que encaminhou, em maio, à Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) relatório sobre as paralisações de causas diversas que afetaram o andamento das obras e sobre os seus reflexos no cronograma da operação do empreendimento. O pedido está associado, diretamente, aos impactos causados por bloqueios de acesso e invasões dos canteiros, paralisações de funcionários e liminares judiciais nas obras dos sítios Pimental, Belo Monte e Canal de Derivação.

 2. Este conjunto de interrupções resultou, nos anos 2011 e 2012, em perda da janela hidrológica do período de seca, fundamental para os serviços que envolvem movimentação de terra. Como consequência, a primeira fase do desvio do rio Xingu, programada para dezembro de 2011, só ocorreu em janeiro de 2013, o que veio a comprometer o andamento das obras do Sítio Pimental, fundamentais para a formação do Reservatório Principal.

 3. A perda da janela hidrológica provocada pelas interrupções também comprometeu o calendário de implantação do Sítio Belo Monte. A principal razão foi o atraso que causou nas obras do Canal de Derivação e dos 28 diques necessários para o início do enchimento do Reservatório Intermediário, construído com a finalidade de levar água à Casa de Força Principal do empreendimento.

4. Embora no documento enviado pela Norte Energia à ANEEL o empreendedor compute de forma linear todos os dias em que houve impactos, isso não significa uma transposição linear para o cronograma da obra. Ao enviar as informações em tempo hábil ao poder concedente, a Norte Energia teve como objetivo evitar que um adiamento aconteça com toda essa extensão. A data de 2017 ocorreria se os impactos fossem automaticamente transferidos para o calendário sem a adoção de medidas mitigadoras. Ao comunicar a ANEEL com antecedência, a Norte Energia teve a intenção de iniciar a discussão ainda durante a fase de construção, e muito antes da geração prevista, para que possam ser adotados ajustes.

5. Como já o fez anteriormente, quando adotou medidas como o incremento de equipamentos, mão de obra e novas tecnologias, a Norte Energia está absolutamente empenhada em minimizar o máximo possível o impacto das ocorrências sobre o cronograma de operação da UHE Belo Monte.

 Gerência de Comunicação da Norte Energia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Qual sua opinião sobre isso?